Paciente contrai HIV após transfusão com sangue contaminado no RS

09:25 Fagner Soares 0Comentários

Um paciente foi infectado pelo vírus da Aids após receber, por engano, sangue contaminado durante uma cirurgia em Erechim, a 370 quilômetros de Porto Alegre. A cirurgia ocorreu em novembro, no hospital Santa Terezinha de Erechim.

O juiz Alexandre Kotlinsky Renner determinou que a vigilância sanitária estadual inspecione o banco de sangue do município em até 15 dias, a fim de verificar se "possui plenas condições de exercer as suas atividades". O banco é administrado pela Associação Beneficente dos Receptores de Sangue de Erechim, que possui convênio com a prefeitura.

O Ministério Público do Rio Grande do Sul havia pedido o fechamento da associação, em ação ajuizada na última semana. A interdição foi negada por Renner, afirmando que a entidade é a única prestadora de serviços de coleta, armazenamento e aplicação de sangue em Erechin e região.

Segundo ele, o ocorrido é pontual, "não servindo a evidenciar, por si só, a má prestação da atividade e/ou o risco de lesão grave ou de difícil reparação", afirma, e diz que a associação "vem prestando seus serviços de forma regular há vários anos, sem intercorrências e com inequívoco reconhecimento da comunidade".

O hospital Santa Terezinha de Erechim informou, via assessoria de imprensa, que o hospital presta todo o suporte ao paciente. A Associação Beneficente dos Receptadores de Sangue de Erechim não foi encontrada pela reportagem para comentar o caso.

Fonte: Folha.com

face

0 comentários: