Fortaleza sofre com bola aérea e é derrotado pelo Sport na Ilha

10:30 Fagner Soares 0Comentários

O Fortaleza sofreu a sua primeira derrota na temporada na noite desta quarta-feira, 17. Em Recife, a equipe tricolor não conseguiu criar boas chances no ataque, sofreu com a bola aérea e perdeu por 2 a 0 para o Sport. Com o resultado, o Leão do Pici fica na segunda colocação do Grupo D da Copa do Nordeste, com três pontos. Já o Leão da Ilha é líder, somando seis pontos.

Os times realizaram jogo franco na Ilha do Retiro. Muitos lances rápidos, troca de passes e equilíbrio no meio-campo. Porém, o Sport conseguiu desempenhar melhor organização tática e mais concisão na hora de criar oportunidades de gol. O Fortaleza sofreu com problemas na saída de bola para o ataque, sem alguém com competência para trabalhar na articulação de jogadas ofensivas.

Mesmo ainda se ajustando para a temporada, uma característica do reformulado time pernambucano já chamava a atenção nas primeiras pelejas do ano: as jogadas aéreas. Antes do encontro diante do Tricolor, o Rubro-Negro havia marcado quatro gols iniciados por cruzamentos contra a área de seus adversários. Pois bem. Faltou ao Fortaleza mais qualidade na hora de se preparar diante desta qualidade.

A nova dupla de zaga titular do técnico Flávio Araújo, formada por Lima e Leonardo Luiz, foi bem no combate em ataques do Sport por terra. O problema veio quando Rithely e Túlio de Melo subiram para cabecear e guardar dois gols no primeiro tempo. O último, inclusive, protagonizou cena polêmica na partida: acertou o rosto de Juliano com as travas da chuteira ao levantar a perna em disputa de bola. Árbitro deu cartão amarelo para o jogador.

O Leão do Pici continuou com problemas na hora de organizar um meio-campo melhor na hora de trabalhar sem a bola, com marcação mais rígida e mais contenção. Atuando mais avançado na partida, Dudu Cearense passou em branco na etapa inicial e foi substituído por Elias, na busca de Flávio por mais criatividade e chegada na área.

Na volta para o segundo tempo, o Fortaleza realmente conseguiu ser mais agressivo. Só que ainda sem qualidade de finalização. Anselmo e Eduardo - quando a bola chegou a eles - não aproveitaram. Tranquilo diante do bom placar, o Sport administrou bem a partida. Nos últimos minutos, o Tricolor até tentou apertar e quase marca em jogadas de Pio e Anselmo, mas nada que ameaçou a vitória dos anfitriões.

O Fortaleza volta a campo no próximo sábado, quando enfrentará o Uniclinic, às 16 horas, no Presidente Vargas, partida válida pela primeira fase do Campeonato Cearense.

Sport (4-3-2-1)

Danilo Fernandes; Samuel Xavier, Durval, Matheus Ferraz, Renê; Serginho, Rithely e Luiz Antônio;Everton Felipe (Neto Moura) e Lenis (Johnathan Goiano); Túlio de Melo (Fabio)

Técnico: Falcão

Fortaleza (4-4-2)

Erivelton; Moacir, Leonardo Luiz, Lima e Jean Mota; Corrêa, Dudu Cearense (Elias), Juliano (Pio) e Everton (Núbio Flávio); Eduardo e Anselmo

Técnico: Flávio Araújo

Gols: 39min/1T - Durval cruza bola na área do Fortaleza e Rithely tem liberdade para cabecear. 46min/1T - Novamente em jogada aérea, Túlio de Melo cabeceia com perfeição para as redes.

Local: Ilha do Retiro, em Recife-PE
Data: 17/2/2016
Horário: 21h30min (horário local)
Árbitro: Leandro Saraiva Dantas de Oliveira (RN)
Assistentes: Rondinelle dos Santos Tavares (AL) e Esdras Mariano de Lima Albuquerque (AL)
Cartões amarelos: Samuel Xavier (S), Túlio de Melo (S), Leonardo Luiz (F), Elias (F), Pio (F)

Fonte:opovo

face

0 comentários: