Ministério confirmou 30 casos de Microcefalia

11:00 Fagner Soares 0Comentários

O número de bebês recém-nascidos no Brasil com problemas no sistema nervoso central chegou a 508 --isso inclui crianças com microcefalia comprovadamente causada por infecção congênita (transmitida de mãe para filho) e crianças com perímetro cefálico menor que 32 cm que apresentaram outro tipo de alteração no cérebro ou na medula. Relatório anterior apontava 462 casos. No Piauí há 30 casos confirmados, 74 em investigação e 12 descartados.

Segundo o boletim do Ministério da Saúde divulgado nesta quarta-feira (17/02) outros 3.935 casos estão sendo investigados, sem resposta ainda, e 108 bebês morreram logo após o parto ou durante a gestação por aborto espontâneo. Já foram descartados 837 casos que estavam sob suspeita, mas apresentaram exames normais ou microcefalias e/ou alterações no sistema nervoso central por causas não infeciosas.

No boletim anterior havia 41 casos confirmados de ligação com o Zika, mas o Ministério da Saúde preferiu não divulgar mais esta informação. A pasta não informou porque mudou a divulgação dos dados.

O balanço começou a ser feito em outubro de 2015, quando a notificação passou a ser obrigatória. Desde então, foram 5.280 registros em 203 municípios de 13 unidades da federação. Somente Amapá e Amazonas não têm qualquer registro de suspeita ou casos confirmados.

Pernambuco é o Estado com maior número de casos notificados: 1.544 (182 confirmados, 1.203 em investigação e 159 descartados). Paraíba aparece em segundo lugar com 766 casos notificados (56 confirmados, 423 em investigação e 287 descartados), seguido por São Paulo, com 500 notificações (cinco confirmados, 420 em investigação e 75 descartados).

Fonte:180graus
face

0 comentários: