Projeto prevê que todos os assentos do ônibus sejam preferenciais em Recife

18:25 Fagner Soares 0Comentários

Para melhorar a convivência no transporte público, um projeto de lei apresentado na Câmara de Vereadores do Recife propõe que todos os assentos de um ônibus sejam preferenciais para gestantes, idosos e pessoas com dificuldades de locomoção. A proposta do vereador Romerinho Jatobá (PR) foi publicada no Diário Oficial no dia 27 de fevereiro e ainda não entrou em votação, sem data definida.

Atualmente, os lugares que ficam na parte da frente do coletivo são reservados para esses passageiros. Na Assembleia Legislativa, tramita outro projeto semelhante, que pretende instituir a mesma medida nos ônibus intermunicipais.

A iniciativa divide opiniões. Para algumas pessoas, a medida não seria justa com quem paga a passagem. “E os outros? Não tá pagando? Tem que dividir”, critica o porteiro Marcelo Paes. Outro porteiro, Ivan Alves, não acredita na viabilidade da proposta. “Não daria certo, principalmente em horário de pico”, afirma.

No entanto, muitos defendem o projeto. “Interessante, é educação”, opina a recepcionista Shirley Ferreira. "Porque tem idosos que ficam em pé. Eu acho que é questão de educação. Você dá assento para o idoso e gestante porque com o ônibus lotado, correm risco de cair", completa Shirley. “É uma questão de se sensibilizar”, acredita a enfermeira Fernanda dos Prazeres.

Já há aqueles que creem ser uma questão da consciência de cada um, sem que houvesse a necessidade de uma lei para isso. “Não seria necessário, mas uma obrigação. Acho que, no horário de pico, não daria muito certo, porque vai da consciência”, pondera o auxiliar de serviços gerais Edson Gomes.

O estudante universitário Pedro Izidio participa do projeto Buzão Feliz, que, desde o ano passado, procura estimular as pessoas a tomar boas práticas de convivência no transporte público. "A proposta ajudaria as pessoas a pensar nessa necessidade dos idosos e gestantes de terem seus direitos preservados, mas na prática fica complicado conseguir esse objetivo. Tem o problema da superlotação, os ônibus estão muito lotados, os terminais também tem um fluxo de pessoas grande”, pontua.

Para a doméstica Rosineide Maria da Silva, só será possível saber a viabilidade da medida quando ela for posta em prática. “Tem que tentar pra saber”, declara.

De acordo com o Grande Recife Consórcio de Transportes, a fiscalização sobre os atuais assentos preferenciais é feita nos terminais. Ainda segundo o órgão, os motoristas e cobradores também são responsáveis por garantir a correta ocupação dos assentos.

Para denunciar infrações praticadas no transporte coletivo, é preciso entrar em contato com a Central de Atendimento do Grande Recife pelo telefone 0800 081 0158. Para formalizar a denúncia, é necessário ainda informar nome e número da linha, número de ordem do veículo, nome da empresa, data, hora e local da ocorrência.

Fonte: G1 PE
face

0 comentários: