Quadrilha finge ser da PF e simula operação da Lava Jato para fazer arrastão

16:12 Fagner Soares 0Comentários

Um grupo se passou por agentes da Polícia Federal para invadir apartamentos no prédio em que mora o empresário Ronan Maria Pinto, alvo de uma das fases da Operação Lava Jato, no início da manhã desta quinta-feira (14), em Santo André, no ABC Paulista.

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública do Estado de SP, a ação foi realizada por cerca de dez homens que se vestiram com uniformes semelhantes aos usados por agentes da PF.

O grupo conseguiu roubar dinheiro e joias em quatro apartamentos no edifício, que fica na rua Dona Carlota, no centro da cidade. Os valores não foram divulgados.

Segundo a Polícia Civil, não houve feridos e ninguém foi preso. O caso foi registrado no 1º Distrito Policial de Santo André, que instaurou inquérito e já começou a ouvir testemunhas e vítimas.

Em nota, a SSP informou que a polícia procura por imagens de câmeras de segurança que possam ter registrado a ação para identificar os autores do crime.

O empresário Ronan Maria Pinto, dono do jornal "Diário do Grande ABC", foi um dos alvos da 27ª fase da Operação Lava Jato, deflagrada no dia 1º de abril. Preso, Ronan é acusado de ter feito chantagem e recebido R$ 6 milhões do PT por meio do pecuarista José Carlos Bumlai, amigo de Lula.

Fonte: iG

face

0 comentários: