Sem merenda, escola libera alunos mais cedo - Rádio São Pedro Fm 105,9

Post Top Ad

Sem merenda, escola libera alunos mais cedo

Share This

Falta de lanche na escola está relacionada à demora da entrega dos fornecedores , segundo a diretora (Foto: Serena Morais/Jornal do Cariri)


Outra escola em Juazeiro do Norte apresentou problemas no fornecimento da merenda escolar aos estudantes. Desta vez, os alunos da Escola de Ensino Fundamental Edvard Teixeira Ferrer estão sendo liberados antes do expediente comum de aula, por falta de lanche. Em outubro, a direção da Escola Municipal de Ensino Infantil Maria Francisca de Souza, localizada na Vila São Francisco, Aeroporto, teve que esclarecer a população a ausência de parte da merenda na instituição.

Os alunos denunciam que a ausência da merenda ocorre desde a semana passada. Por conta disso, a cantina está fechada e os discentes tiveram o horário escolar reduzido. A mãe de um dos estudantes, Neide Alves, relata que só foi avisada da liberação antecipada na quarta-feira (23). "Eu soube por outras mães o motivo de nossos filhos estarem sendo liberados mais cedo. Eu fico indignada porque o Município recebe dinheiro para isso, mas por conta de corrupção as coisas não funcionam como deveria".

A diretora do Edvard Teixeira Ferrer, Eliete Lira Nobre, explica que já conversou com o secretário de Educação, professor Antônio, que prometeu que a situação seria regularizada ainda nesta semana. Ela acredita que o motivo seja a demora no processo de entrega dos alimentos pelos fornecedores. O setor de alimento escolar realiza a redistribuição para as 108 unidades escolar da cidade. A justificativa para o atraso é a oscilação de preço dos alimentos, fazendo com que os fornecedores demorem mais tempo procurando aqueles produtos com melhor preço e a redução de verba destinada aos fornecedores em 2016 em relação ao ano de 2015.

Sem merenda, os estudantes saem três horas antes do que deveria. Nalliel Neto relata que merendava na escola, já que não tinha condição de levar o lanche de casa. Agora, tem ido para casa mais cedo. Já a aluna Ester Silva destaca que não é só a merenda que falta na escola. Ela aponta problemas na infraestrutura, acessibilidade e até materiais de expediente usado pelos professores.

Fonte: Jornal do Cariri


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Bottom Ad