Após Justiça derrubar liminar aumento de tarifas da EMTU de São Paulo fica para 12 de fevereiro - Rádio São Pedro Fm 105,9

Post Top Ad

Após Justiça derrubar liminar aumento de tarifas da EMTU de São Paulo fica para 12 de fevereiro

Share This

Ônibus intermunicipais da EMTU em terminal (Foto: Reprodução/TV Vanguarda)

O aumento das tarifas de transporte intermunicipal na Região Metropolitana de São Paulo deverá começar no próximo domingo (12). A data foi definida em publicação da Secretaria de Transportes Metropolitanos no Diário Oficial do Estado de São Paulo desta terça-feira (7).

 

A resolução que determina o aumento foi publicada após a Justiça derrubar, na última sexta (3), liminar que impedia que o reajuste da Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos (EMTU) em cinco regiões metropolitanas de São Paulo entrasse em vigor. Já o reajuste do transporte público na capital, incluindo a cobrança de taxa de integração do metrô com os ônibus da SPTrans e com trens CPTM, continua suspenso. 

 

O aumento nas tarifas da EMTU deverá afetar 1,7 milhão de pessoas. As passagens intermunicipais da Grande São Paulo terão reajuste de a partir de 6,1%. 

 

Ao liberar o reajuste na última sexta, o presidente do TJSP, desembargador Paulo Dimas de Bellis Mascaretti, considerou que proibir o aumento da tarifa dos bilhetes da EMTU pode causar "lesão à ordem e economia públicas" e um prejuízo de R$ 212 milhões.

 

Como fica

 

O aumento será de 6,65% nos municípios de Juquitiba, São lourenço da Serra, Embu Guaçu, Itapecerica da Serra, Embu das Artes, Taboão da Serra, Vargem Grande Paulista e Cotia, atendidas pelo consórcio Intervias.

 

Nos municípios de Cajamar, Caieiras, Itapevi, Jandira, Carapicuíba, Osasco, Barueri, Santana, Pirapora do Bom Jesus, Francisco Morato e Franco da Rocha, região atendida pelo consórcio Anhanguera, o reajuste será de 6,58% .

 

A passagem sobe 7,18% nas cidades de Guarulhos, Arujá, Santa Isabel e Mairiporã, atendidas pelo consórcio Internorte.

 

A tarifa sobe 6,64% nas cidades de Itaquaquecetuba, Ferraz de Vasconcelos, Poá, Mogi das Cruzes, Guararema, Biritiba-Mirim, Salesópolis e Suzano, região atendida pelo consórcio Unileste.

 

No ABC paulista, o valor dos bilhetes aumenta 6,10% nas linhas metropolitanas que atendem São Caetano, Diadema, São Bernardo, Mauá, Ribeirão Pires, Rio Grande da Serra e Santo André.

 

A tarifa das 13 linhas que operam no Corredor Metropolitano ABD (São Mateus - Jabaquara) e sua extensão Diadema - São Paulo (Morumbi) passa a ser de R$ 4,30.

 

 

Fonte: G1


--

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Bottom Ad