Anatel vai bloquear celulares piratas no Brasil; Veja se o seu aparelho vai ser afetado

17:14 Fagner Soares 0Comentários



iPhone pirata: smartphone tem uma pera no lugar da maçã (Foto: Reprodução/Internet)

Na semana passada, a Anatel anunciou que vai começar a bloquear os celulares "xing-ling", smartphones que não possuem  IMEI válido no GMSA (GSM Association) e a homologação do órgão brasileiro.

Os bloqueios vão começar em 30 de junho deste ano. A partir da data, os celulares irregulares que tentarem acessar redes de dados 4G, 3G e 2G no Brasil receberão um aviso e, dentro de dois meses e meio, terão o acesso às redes móveis e de ligações bloqueado.

A decisão de bloquear os aparelhos xing-ling já está sendo discutida pela Agência Nacional das Telecomunicações e a Abinee (Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica) há cerca de três anos. As operadoras estão receosas com a desativação devido ao grande número de clientes que devem ser afetados.

Segundo as estimativas, dos 242 milhões de acessos móveis feitos atualmente, 13 milhões são de aparelhos piratas. Além disso, os órgãos estimam que 1 milhão de celulares irregulares são ativados no Brasil mensalmente. Com esses dispositivos perdendo o acesso a linhas telefônicas, as operadoras temem uma lotação nos serviços de atendimento ao cliente.

Em um comunicado, a Anatel disse que podem haver adiamentos, mas a data prevista para iniciar o sistema de bloqueios é dia 30 de junho.

"Pode haver um adiamento do início da implantação do sistema, mas por enquanto está previsto que as empresas devem começar a mandar mensagens com avisos para os usuários a partir do dia 30 de junho"

Meu smartphone vai ser bloqueado?

O celular só terá acesso aos serviços de operadoras se não tiver homologação da Anatel e o IMEI for inválido ou clonado. Mesmo que seja bloqueado, o dispositivo ainda poderá se conectar à internet via Wi-Fi. As pessoas que mais precisam se preocupar com o bloqueio são quem comprou smartphones de procedência duvidosa ou de marcas desconhecidas em outros países.

Quem importou um aparelho da Xiaomi, OnePlus ou Huawei, por exemplo, não precisa ficar receoso, já que os celulares destas companhias são registrados no GSMA, apesar de não terem homologação da Anatel.

Se você possui um smartphone importado de uma empresa desconhecida, ou simplesmente quer checar se o seu dispositivo está dentro das normas, basta acessar o site Consulta Legal da Anatel para fazer a verificação de legalidade.

Para fazer a verificação, é necessário anotar o IMEI do aparelho, que pode ser visualizado ligando para *#06#, e colocá-lo no campo de checagem do site.

Fonte: Adrenaline

face

0 comentários: