Record veta exploração do drama de Marcelo Rezende em programas

10:43 Fagner Soares 0Comentários


O repórter Raul Dias Filho durante entrevista com o apresentador Marcelo Rezende (Foto: Reprodução/Record)

A Record adotou uma postura diferente com o drama de Marcelo Rezende, que enfrenta câncer no pâncreas e no fígado. Diferentemente de outras histórias de grande repercussão e situações envolvendo seus artistas, a emissora decidiu não reprisar exaustivamente a entrevista do jornalista exibida ontem (14) no Domingo Espetacular. Somente o Cidade Alerta reapresentou o material nesta segunda.

A ordem partiu de Douglas Tavolaro, vice-presidente de jornalismo da emissora. Nenhum dos programas matinais (Balanço Geral, SP no Ar, Fala Brasil e Hoje em Dia) reexibiu o material. O veto também vale para o Balanço Geral do meio-dia e para todas as emissoras da rede. Em seus programas, os apresentadores da casa só estão autorizados a expressarem apoio a Rezende.

Há um ano, quando Ana Hickmann foi feita refém por um fã em um hotel de Belo Horizonte, a postura foi bem diferente. A emissora reprisou a entrevista da apresentadora, veiculada primeiramente no Domingo Espetacular, em todos os programas da segunda-feira seguinte.

É postura da rede também repetir entrevistas exclusivas, como a de Suzane von Richthofen ao programa de Gugu Liberato, em fevereiro de 2015.

No Domingo Espetacular de ontem, Marcelo Rezende contou que começou a desconfiar de que algo estava errado com sua saúde quando perdeu a vontade de tomar café da manhã e de beber uma taça de vinho. "Aí pensei: Eu estou com alguma coisa no fígado, porque eu tenho um paladar lascado e um olfato lascado", lembrou.

O apresentador titubeou um pouco, mas acabou indo ao médico, e os exames detectaram um câncer no pâncreas já "irradiado" para o fígado.  Na última segunda-feira (8), Rezende começou a fazer quimioterapia no Hospital Albert Einstein, em São Paulo. Ele deve permanecer afastado do Cidade Alerta até a próxima sexta-feira.

O jornalista não deve reaparecer com visual muito diferente. No Domingo Espetacular, ele ironizou a notícia de seu médico de que seu tipo de quimioterapia não faz o cabelo cair. "Mas que cabelo? Não tem mais o que cair. Não é essa a minha preocupação, a minha preocupação é vencer essa etapa."

O comandante do Cidade Alerta foi enfático ao afirmar que o câncer não lhe tira o sono, mas demonstrou religiosidade: "Eu estou me lixando para a doença. Quem se importa com doença é médico e hospital. E eu sei que vou sair dessa. Qualquer que seja o resultado, eu já saí. Você acha que eu não sei que vou atravessar um período difícil? Eu sei que vou. Mas nada é difícil quando você tem Deus do seu lado".

A entrevista de Rezende ao Domingo Espetacular foi gravada na manhã do dia 8, pouco antes da primeira sessão de quimioterapia. A direção da Record exigiu sigilo absoluto, e o jornalista proibiu o hospital de divulgar boletins médicos.

Fonte: Notícias da TV

face

0 comentários: