Em meio a protestos, Mattos manda recado: “O mundo não acaba dia 9”

12:16 Fagner Soares 0Comentários


"Vai um recadinho: o mundo não acaba dia 9. O Palmeiras tem mais de 100 anos, ganhou uma Copa Libertadores nesse período e não morreu por causa disso (Foto: Reprodução)

A torcida do Palmeiras já trata a partida do dia 9 de agosto, contra o Barcelona de Guaiaquil, pela volta das oitavas de final da Copa Libertadores, como "o jogo do ano". E meio à polêmica envolvendo o volante Felipe Melo e protestos da torcida, porém, Alexandre Mattos fez questão de retirar parte do peso do confronto.

"Vai um recadinho: o mundo não acaba dia 9. O Palmeiras tem mais de 100 anos, ganhou uma Copa Libertadores nesse período e não morreu por causa disso. Com a ajuda do torcedor, vamos fazer um caldeirão contra o Barcelona e as coisas vão acontecer, mas não será o fim do mundo se não passarmos, nem será a glória avançar", disse o diretor.

A afirmação vai de encontro ao discurso recente dos atletas do Palmeiras. Após a eliminação contra o Cruzeiro na Copa do Brasil, a torcida alviverde compareceu à Academia de Futebol pela segunda vez no mês para protestar, na manhã de sábado, em que o Verdão bateu o Avaí no Palestra Itália.

"Dia 9 é muito importante, todos sabem desse peso. Mas também estamos focados no Campeonato Brasileiro, não apenas para fazer um treinamento para o dia 9. Esta não é nossa única prioridade. O Brasileiro estará lá, independente do dia 9. Não está em segundo plano, também estamos dando importância", disse o meia Raphael Veiga.

O Palmeiras volta a campo nesta quarta-feira, contra o Botafogo, às 21h45 (de Brasília), no Estádio Nilton Santos, pela 18ª rodada do Campeonato Brasileiro. O confronto deverá ser o último com os titulares antes da Libertadores, já que no final de semana, em duelo contra o Atlético-PR, Cuca deverá usar apenas jogadores reservas.

"Estou aqui desde 2015 e sou responsável por tudo que se passa no futebol profissional. Sou muito enfático: todos os erros assumo para mim e todas as glórias, vitórias, e a maior delas foi o retorno da dignidade do torcedor, divido com todo mundo. Talvez no Palmeiras seja um pouco maior. Eu vi uma manifestação no sábado passado e falei para o presidente que ele deveria estar feliz. O Palmeiras é quarto colocado no Brasileiro, o melhor dos últimos dez jogos, está evoluindo como time, vem com arrecadações recorde, deve zerar sua dívida em sete meses, tem um patrocinador muito forte, é uma das primeiras opções de todos os jogadores… Quando isso tudo está acontecendo e ainda reclamam, a gente está no caminho certo, os caras estão acreditando", completou Alexandre Mattos.


gazetaesportiva

face

0 comentários: