Fim de semana com oito homicídios, mortes no trânsito, descarga elétrica e queimadura no Cariri

15:25 Fagner Soares 0Comentários


Juliana morreu vítima de uma descarga elétrica em Barro, "Pilão" de acidente em Mauriti e "Zezinho" em Brejo Santo. Os demais, mortos a tiros, sendo Mailson e Paloma em Juazeiro, Romário em Campos Sales e "Zé Velho" em Missão Velha. (Foto: Reprodução/Redes sociais)

Subiu de dez para 12 o número de mortes violentas na comparação entre os dois últimos finais de semana na região do Cariri. Neste, foram oito homicídios, duas vitimais fatais em acidentes de trânsito, uma de descarga elétrica e outra de queimadura. Na Pericia Forense, três corpos necropsiados eram de Juazeiro e os demais de Barro, Salitre, Milagres, Nova Olinda, Campos Sales, Missão Velha, Mauriti, Lavras da Mangabeira e Brejo Santo.

Por volta das 20 horas de sexta-feira, no cruzamento da Avenida Paraná com a Rua José de Alencar (Romeirão) em Juazeiro, Cícero Mailson da Silva, de 16, e Paloma Oliveira Silva, de 14 anos, foram mortos a tiros por homens que se aproximaram em duas motos. O rapaz residia no bairro Santa Tereza e morreu no local, enquanto ela morava na Rua Joaquim de Sousa Menezes daquele bairro e ainda foi socorrida pela equipe RAIO Fiscal ao Hospital Regional do Cariri, porém morreu pouco depois.

Cerca de duas horas após a jovem Juliana Ferreira dos Santos, de 28 anos, faleceu em conseqüência de uma descarga elétrica em sua casa. Ela morava na Rua Zulmira Fernandes no bairro Jardim Raimundo Inácio no município de Barro e, segundo familiares, foi conectar o carregador do seu aparelho celular a uma extensão quando morreu eletrocutada.

Às 23 horas, no Hospital Regional do Cariri foi extraído o feto de quatro meses da parturiente Edivania Martins da Silva, de 30 anos, baleada nas costas durante assalto uma hora antes na Rua Leão XIII (Salesianos) em Juazeiro. Ela pilotava uma Honda Biz 125 de cor preta quando terminou abordada por uma dupla armada anunciando assalto. Sem reagir, entregou seu veículo, mas foi baleada e submetida a uma Laparotomia com a retirada do feto recolhido para necorpsia no IML e a extração do útero.

Já às 07h30min de sábado foi encontrado num despenhadeiro com certa altura e parcialmente dentro das águas de um poço o cadáver do agricultor Douglas Sousa Silva, de 25 anos, que residia no Distrito Lagoa dos Crioulos em Salitre. Ele apresentava um corte no pescoço quase decapitado e tinha sido visto pela última vez às 23h30min de sexta no Bar de Cícero o qual disser ter fechado o estabelecimento e este ficou deitado na calçada visivelmente embriagado. Pelos vestígios, a vítima foi morta na calçada do Bar e arrastada uns 500 metros até o poço, onde foi "desovada".

Ao meio dia o ex-presidiário Francisco Erivaldo Ribeiro, de 34 anos, o "Nena" que residia na Rua Antonio B do Nascimento no bairro Francisca do Socorro em Milagres, foi morto a tiros. Ele passava em frente ao Bar do Chagas que funciona na Rua João Fechine naquele bairro quando foi surpreendido pelos disparos que causaram sua morte no local. "Nena" respondia procedimentos por ameaça, porte ilegal de arma de fogo e crime ambiental.

Por volta das 15 horas a aposentada Expedita Pereira Gonçalves, de 75 anos, teve o corpo parcialmente carbonizado e morreu no seu colchão quando se encontrava sozinha no quarto de sua casa na Rua Leonel Pereira (Bairro da Pirraceira) em Nova Olinda. A mesma era fumante e tinha acabado de acender um cigarro quando uma centelha caiu no colchão e este pegou fogo. Dona Expedita só conseguia se levantar com a ajuda de familiares que, ao adentrarem o quarto, já a encontraram sem vida.

Meia hora depois, num terreno murado em construção na Rua Celerino de Carvalho (Bairro Guarani) em Campos Sales, o agricultor Romário Costa da Silva, de 30 anos, foi baleado na cabeça por dois homens numa moto e morreu no local. Ele morava na Rua Francisco Veloso de Andrade naquele bairro e respondia por crimes de trânsito ao entregar veículo a uma garota não habilitada e embriaguez ao volante, Ação Penal por lesão corporal num crime de violência doméstica e resistência há quatro anos.

Às 23 horas ainda de sábado o agricultor José Severino Rodrigues, de 38 anos, o "Zé Velho", que residia na Vila Gameleira de São Sebastião em Missão Velha, foi assassinado a tiros dentro de casa na presença da mulher e filhos. Ele foi surpreendido por dois homens que chegaram numa moto, arrombaram a porta e o mataram. O mesmo se recuperava de uma facada no peito desfechada pelo próprio irmão Sebastião Francisco Rodrigues, de 32 anos, no dia 19 de outubro o qual foi solto semana passada.

Já às 06h30min deste domingo o funcionário público Wanderson Mateus Montenegro, de 29 anos, o "Pilão" que residia na Rua Padre Maranhão em Mauriti, morreu em acidente de trânsito. Ele seguia no seu veículo Gol de cor cinza pela CE-384 que dá acesso ao Distrito de Umburanas quando perdeu o controle de direção e saiu da estrada descendo um despenhadeiro. O mesmo foi arremessado para fora do carro e morreu no Hospital de Milagres, enquanto sua esposa Talita Cristina Severino, de 25 anos, sofreu escoriações pelo corpo e foi socorrida ao Hospital de Mauriti.

Por volta das 17 horas, em um campo de futebol no Sítio Malhada da Areia em Lavras da Mangabeira, o agricultor Damião Uberlandio de Araújo, de 27 anos, foi morto a tiros. Segundo testemunhas, ele foi surpreendido dois homens usando capacetes que saíram de um matagal atirando e causando sua morte no local. Os acusados apanharam uma moto mais à frente e fugiram. Damião não tinha passagens pela polícia.

Quase cinco horas depois, no Km 505 da BR-116 perto do Posto São Joaquim da Cabaceiras em Brejo Santo, o jovem José Patrício Bandeira Minel, de 18 anos, o "Zezinho", morreu num acidente de trânsito. Ele morava no Sítio Lagoa do Mato e dirigia um veículo Gol de cor preta quando colidiu num caminhão branco com placas de Salvador (BA). A vítima ficou presa às ferragens e foi retirada pelo pessoal do SAMU que ainda tentou reanimá-lo em vão.



Por Demontier Tenório
Miséria.com.br


Livre de vírus. www.avast.com.
face

0 comentários: