Após anos de polêmica, taxistas de Juazeiro são obrigados a usar o adesivo do Padre Cícero - Rádio São Pedro Fm 105,9

Post Top Ad

Após anos de polêmica, taxistas de Juazeiro são obrigados a usar o adesivo do Padre Cícero

Share This

A polêmica que envolve o uso do Padre Cícero nos táxis ocorre desde 2011 (Foto: Chinês/Arquivo/Agência Miséria)

Taxistas de Juazeiro do Norte agora são obrigados a usar o adesivo com a imagem do Padre Cícero nos veículos.  O símbolo estava sendo tratado como optativo por alguns motoristas. Alguns deles declararam motivações religiosas para não utilizar o adesivo.  A decisão foi através de uma liminar na justiça. 

Tradicionalmente, a imagem do Padre Cícero nos táxis é um dos símbolos de identificação dos carros, além do sinal luminoso no topo e outros adesivos característicos que diferem os veículos normais de passeio para os de serviços de transporte. 

Havia uma decisão liminar favorável a não obrigatoriedade do uso do adesivo. O município insistiu na Justiça e através de um recurso conseguiu um posicionamento contrário. O argumento da prefeitura é de que o uso da imagem não diz respeito necessariamente à religiosidade, mas de um símbolo cultural.

O repórter Delton Sá conversou com o Diretor do Departamento Municipal de Trânsito (DEMUTRAN) de Juazeiro, José Pedro Cipriano, que confirmou a regra. Ele reafirmou que os taxistas que passarem pela vistoria do Detran só serão considerados regularizados caso estejam com o adesivo do Padre Cícero, que é a logomarca oficial deste tipo de serviço na cidade. 

Questão antiga


A polêmica que envolve o uso do Padre Cícero nos táxis ocorre desde 2011. Já naquele ano, os taxistas estavam divididos quanto à determinação do Demutran. O grupo era mais dividido principalmente no Aeroporto Orlando Bezerra, onde alguns relatavam que passageiros se recusavam a entrar no carro estampado com a representação do patriarca.


Por Felipe Azevedo/Agência Miséria
Miséria.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Bottom Ad