Com novos hotéis da rede Ibis, Accor investirá R$ 63,1 milhões no Ceará - Rádio São Pedro Fm 105,9

Post Top Ad

Com novos hotéis da rede Ibis, Accor investirá R$ 63,1 milhões no Ceará

Share This

Com investimento de R$ 28 milhões, novo Hotel Ibis em Juazeiro do Norte abrirá em maio (Foto: Reprodução)
Em 13/03/2019 às 01:00
O Ceará está na mira dos investimentos nacionais do Grupo Accor, que prevê aplicar R$ 63,1 milhões no Estado em 2019 com a abertura de duas novas unidades - a primeira será o Ibis de Juazeiro do Norte, prevista para maio, e a segunda, o Ibis Budget em Fortaleza, esperado para o início do segundo semestre. Ambos empreendimentos devem criar, juntos, cerca de 100 empregos.

No hotel Ibis de Juazeiro do Norte, serão 140 quartos disponíveis e com estrutura conforme o modelo da marca, sem academia ou auditório, mas com restaurante e outras comodidades. Com gasto médio de R$ 200 mil por quarto, foram investidos R$ 28 milhões para a construção do empreendimento. A abertura levará à geração de 40 a 50 empregos e já há vagas abertas.

Em Fortaleza, a previsão é que o hotel seja entregue entre julho e agosto. Com 95% das obras concluídas, a Capital receberá o seu primeiro Ibis Budget, que segue a premissa de priorizar o preço mais baixo entre as três linhas dessa marca. Para conseguir um valor competitivo pela diária, não oferece algumas regalias, como serviço de quarto ou funcionário para carregar as malas ao apartamento.

O hotel ficará próximo ao atual Ibis Praia de Iracema, perto da Avenida Monsenhor Tabosa. Com 234 quartos e gasto médio de R$ 150 mil por unidade, serão precisos R$ 35,1 milhões para a abertura. Além disso, 45 novos postos de trabalho devem ser criados entre maio e junho de 2019 - 95% delas preferencialmente destinadas a pessoas locais.

Mercado

Dos mais de 300 hotéis abertos da Accor no País, a Capital cearense só detém quatro unidades. A participação é baixa, mas o mercado vem trazendo resultados positivos para o grupo, como ocupação acima da média em 2018. De acordo com o CEO da Accor para América do Sul, Patrick Mendes, para ser rentável, é preciso ter uma ocupação mínima de 65% e a dos hoteis de Fortaleza alcançaram cerca de 75% no ano passado. "E 2019 vai ser um bom ano também", estima o executivo.

A procura nos hotéis da rede no Estado é mais direcionada ao turismo de negócios, sendo Fortaleza considerada um caso de exemplo no segmento. "Os dois Ibis estão cheios. A cidade é um sucesso, até ao ponto que estou frustrado por não ter mais outro", acrescenta Mendes.

Caucaia

E os planos no Ceará continuam. Para 2021, está confirmada a abertura de mais um Ibis, desta vez na Caucaia, com 100 quartos. O investimento será de aproximadamente R$ 20 milhões e irá gerar 45 vagas de trabalho.

Com os dois empreendimentos a serem inaugurados em 2019 e o que está previsto para 2021, o Ceará totalizará sete unidades do grupo Accor: um Mercure no Meireles, dois Ibis em Fortaleza (Praia de Iracema e Centro de Eventos) e um Ibis da linha Styles em Maracanaú.

Roadshow

Para continuar aumentando a participação na região, o Grupo Accor pretende assinar contratos de novos hotéis no Nordeste. Fortaleza, claro, está na rota desse roadshow, previsto para junho deste ano. Ao Diário do Nordeste, o diretor de desenvolvimento do grupo, Abel Castro, destacou que a intenção é captar investidores para apostar nos modelos de luxo da rede e também na nova marca Tribe.

O novo modelo de hotel oferecerá o básico nos quartos, mas com elementos diferentes durante a estadia, como cápsulas de café de graça e design moderno na decoração. Por enquanto, a marca conta apenas com uma representante aberta no mundo, na Austrália, mas outras dez estão em implantação e 50 em negociação, nenhuma ainda no Brasil. O objetivo é assinar a abertura de duas unidades no País neste ano, segundo o CEO.

Além de divulgar o Tribe, o objetivo é explicar outras novidades do grupo, como o programa de fidelidade remodelado - há novos benefícios, como acumular pontos no cartão pelo consumo no restaurante sem a necessidade de estar hospedado no hotel. Outra diferença é o nome: em outubro, ele passará de Le Club Accor Hotels para Accor Live Limitless ou apenas "All".

O nome do grupo também mudou, perdendo o sobrenome "Hotels". Ambas alterações tiveram a intenção de associar a rede para além da hotelaria. A intenção é proporcionar uma experiência, seja hóspede ou não.

Fonte: Diário do Nordeste

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Bottom Ad