Toyota Hilux leva 5 estrelas em teste de colisão do Latin NCap; Nissan Frontier fica com 4 - Rádio São Pedro Fm 105,9

Post Top Ad

Toyota Hilux leva 5 estrelas em teste de colisão do Latin NCap; Nissan Frontier fica com 4

Share This

Toyota Hilux leva 5 estrelas no teste de colisão do Latin NCap (Foto: Latin NCap)
Em 21/08/2019 às 16:10
A Toyota Hilux recebeu 5 estrelas durante os testes de colisão divulgados nesta quarta-feira (21) pelo Latin NCap, entidade independente que avalia a segurança dos veículos. O Chevrolet Cruze alcançou a mesma nota, enquanto a Nissan Frontier ficou com 4 estrelas.

Nos casos das picapes, as notas são as mesmas na proteção para adultos e crianças - diferentemente do sedã, que recebeu nota máxima para adultos e 4 estrelas para crianças.

Toyota Hilux

Os resultados da picape também são válidos para o SW4. A nota máxima tem como principal motivo a adição de mais equipamentos de segurança de série, como controle eletrônico de estabilidade e 7 airbags, informa ao Latin NCap.

Para a Hilux, todas as partes do corpo têm classificação de proteção "bom" ou "adequado". A única exceção é a proteção lateral do tronco e da cintura do passageiro dianteiro, com classificação média.

Nissan Frontier

Um dos motivos pelos quais a Frontier recebeu 4 estrelas foi a falta de airbags de cortina, o que limitou a avaliação de batida lateral em poste. Além disso, a carroceria da picape foi classificada como no limite de se tornar instável.

Outro ponto crítico foi a falta de possibilidade de desligamento do airbag do passageiro quando o mesmo não está presente.

No gráfico que mostra a vulnerabilidade de cada parte do corpo, o Latin NCap destacou que a Frontier tem a região do peito do motorista e as coxas do motorista e do passageiro dianteiro com proteção média. As demais partes do corpo têm classificações de "bom" ou "adequado".

Chevrolet Cruze

De acordo com a entidade, os resultados do Cruze mostram um "bom nível de proteção em geral". Apenas a área do peito do condutor apresenta nível médio de segurança. Todas as demais são classificadas como "bom" ou "adequado".

Em sua última avaliação, em 2018, o sedã não possuía airbags de cortina de série como na atual gama. Na ocasião, o modelo havia ficado com 4 estrelas de proteção para adultos e crianças.

Como é o teste do Latin NCap?

Nas colisões laterais, o carro recebe um impacto de lado por meio de uma barreira deformável montada em um carro padronizado de 850 kg, que se desloca a 50 km/h.

Esse tipo de teste era opcional até 2015: só era feito se a montadora quisesse. Agora, ele inclui também bonecos "crianças" e seus devidos suportes.

Além disso, o controle eletrônico de estabilidade e o teste de poste viraram requisitos para ter a avaliação máxima. De acordo com a nova regra, ter 4 estrelas significa que o veículo mostrou bom desempenho em impacto frontal e lateral e passou no teste ESC.

Caso um modelo tenha conseguido zero estrela no impacto frontal, a entidade nem testa o impacto lateral, dando um resultado total de zero.

Mesmo no teste de impacto frontal, o Latin NCap é mais rígido do que a lei dos principais mercados. Ele é feito com o veículo a 64 km/h.

Fonte: G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Bottom Ad