Médico da equipe que separou gêmeas siamesas cearenses morre de Covid-19 - Rádio São Pedro Fm 105,9

Post Top Ad

Médico da equipe que separou gêmeas siamesas cearenses morre de Covid-19

Share This

O médico neurocirurgião Lucas Augusto Pires, que integrou a equipe responsável pela cirurgia que separou as gêmeas siamesas cearenses Maria Ysabelle e Maria Ysadora no Hospital das Clínicas de Ribeirão Preto, interior de São Paulo, morreu de Covid-19. O falecimento aconteceu no sábado (8), no Hospital Maringá, na região norte do Paraná. A informação é do portal G1.

Lucas trabalhava na linha de frente de combate ao coronavírus no Instituto de Saúde Bom Jesus, em Ivaiporã, também na região norte do estado. O médico estava contaminado com Covid-19, fez um post em uma rede social antes de ser entrar na UTI.
Estou indo nesse momento para UTI, devido a um agravamento do quadro de Covid-19. Ficarei incomunicável, mas desde já agradeço aos amigos pelas orações. Peguei essa doença fazendo o que amo, cuidando dos meus pacientes com amor e dedicação. Faria tudo outra vez. Sei que meu Deus é soberano sobre todas as coisas, seus caminhos e propósitos são sempre justos e perfeitos e que no fim todas as coisas contribuem juntamente para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito. Rm 8:28. Amém.
Apoio em cirurgia
Lucas fez parte da equipe que separou, em 2018, as gêmeas siamesas Maria Ysabelle e Maria Ysadora, que nasceram unidas pela cabeça.

A cirurgia foi realizada em cinco etapas, envolvendo especialistas norte-americanos e uma equipe multidisciplinar do Hospital das Clínicas da USP, em Ribeirão Preto (SP), e foi comandada pelo professor e neurocirurgião Hélio Rubens Machado.
Solidariedade de hospital e Conselho de Medicina
O Instituto de Saúde Bom Jesus manifestou por meio de nota solidariedade aos familiares e amigos.

“Neurocirurgião, Dr. Lucas deixa amigos e colegas e em sua passagem por Ivaiporã, embora encurtada pela fatalidade, ficará marcada pelo exemplo de grande dedicação profissional”, disse o hospital.
Também por meio de nota, o Conselho Regional de Medicina do Paraná (CRM) lamentou a morte e disse que Lucas foi mais um dos profissionais do estado vítima da Covid-19.
“Formado pela Universidade Federal do Paraná, era especialista em neurocirurgia e atuava na região de Ivaiporã. Deixa esposa, também médica, e dois filhos”, diz a nota.
Foto: Reprodução
Fonte: Diário do Nordeste

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Bottom Ad