Seguro DPVAT pode ser acessado por aplicativo - RÁDIO SÃO PEDRO FM 105,9

Post Top Ad

Seguro DPVAT pode ser acessado por aplicativo

Share This

 


 O DPVAT passa a funcionar de forma digital com o lançamento do aplicativo “DPVAT CAIXA”, disponível gratuitamente para Android e iOS, lançado pela Caixa Econômica Federal. O banco assumiu a gestão dos recursos e do pagamento das indenizações do seguro DPVAT dos acidentes com vítimas ocorridos desde 1° de janeiro deste ano.

Vítimas de acidentes de trânsito ou seus beneficiários poderão dar entrada no pedido de indenização por morte, invalidez permanente ou reembolso de despesas médicas diretamente à Caixa. “Assim, o atendimento às solicitações de indenização do DPVAT passa a ser 100% digital”, informa a Caixa.

Pelo app será possível enviar documentos e acompanhar a solicitação de indenização. “No campo ‘Acompanhar minha solicitação’, os usuários poderão verificar, por exemplo, a existência de documentos pendentes e a liberação do pagamento da indenização, se for o caso”, detalha o banco.

Veja como usar o app

Segundo a Caixa, após fazer o download, o usuário deve se cadastrar no login Caixa. Em caso de já ter cadastro em outros apps da Caixa, como Habitação, FGTS e Caixa Tem, a senha de acesso é a mesma. Ao clicar em “Quero solicitar minha indenização DPVAT”, o usuário deverá informar os dados do acidente, preencher os dados da vítima e enviar a documentação necessária.

Para todos os tipos de indenização, alguns documentos são obrigatórios: RG, comprovante de residência, boletim de ocorrência do acidente, além de documentos específicos, como laudos e comprovantes de despesas médicas.

Com a solicitação aprovada, o pagamento da indenização será feito em até 30 dias em uma Conta Poupança Digital da Caixa, no appCaixa Tem, em nome da vítima ou dos beneficiários, dependendo do caso.

O DPVAT indeniza vítimas de acidentes de trânsito, sejam motoristas, passageiros ou pedestres, brasileiros ou estrangeiros, sem apuração de culpa. A indenização é paga em casos de morte, invalidez permanente total ou parcial e para o reembolso de despesas médicas por danos físicos causados por acidentes com veículos automotores de via terrestre ou por suas cargas.

Fonte: Diário do Nordeste

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Bottom Ad